terça-feira, 1 de setembro de 2009

Minha primeira brassagem.

O domingo, dia 30 de agosto de 2009, foi muito especial para mim. Depois de ter feito o curso de cerveja artesanal do Mestre Cervejeiro Leonardo Botto, comprado e montado o equipamento, finalmente realizei minha primeira brassagem.
O mais gostoso de tudo é ter feito ela com a minha família, e especialmente com meu pai, que tem grande responsabilidade na viabilização do projeto de minha primeira cerveja.
Apaixonado pela Guinness, optei por fazer uma Stout, que como será minha primeira cerveja, ganhará o nome de FIRST STOUT BEER.

Maltes de cevada.(Malte Pilsen 5 kg + Malte Caraaroma 250 g + Malte Chocolate 250 g).

Início do processo às 9 horas da manhã.

Meu pai pesando o puro malte de cevada.

Moagem do malte.
Eu, meu pai e meu sogro Tererê.

Preparo da água.
Utilizamos água mineral.


Aquecimento da água com controle rigoroso de temperatura.



Colocação do malte moído na panela com água quente.


Meu cunhado Alessandro dando sua força para a brassagem.

Meu paizão montando a sua "engenhoca" para resfriamento pós-fervura.

Minha esposa Adriana dando sua contribuição para a brassagem.

O maravilhoso aspecto dos maltes de cevada na panela.

Transferência de panela para iniciar processo de lavagem, filtragem e clarificação do mosto.

Iniciando retirada do mosto primário para recirculação.

Recirculando o mosto.

Extração do mosto secundário.

Medição da densidade - aqui fiquei com cara de estressado, foi complicado, preciso estudar mais esta fase do processo!

Lúpulo de amargor para lupulagem.
Utilizamos também lúpulo de aroma nos últimos 7 minutos da fervura.

Meu paizão colocando o chiller na panela no final da fervura.

Chiller na panela dando início ao resfriamento.

Fase do resfriamento pós-fervura (queda de 100°C para 22°C).

A aeração foi feita pela transferência por queda gravitacional do líquido da panela de fervura para o balde de fermentação.

Família comemorando o final da brassagem, às 19 horas. Agora é fermentar, maturar, engarrafar e ...

5 comentários:

  1. Estou impressionada com todo esse processo
    para fabricação da cerveja artezanal.
    Acho que valerá a pena, afinal foi feita com muito capricho.
    Parabéns, Tarcísio e sua equipe
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelos elogios, a equipe estava bem entrosada!!

    ResponderExcluir
  3. Saudações esmeraldinas!!!!!
    Parabéns glorioso amigo, pelo visto foi um dia tenso, porém a cara de satisfação e de sede da entrosada equipe valeu a pena. Quem disse que homem não sabe aproveitar bem a cozinha de uma casa.
    Anbev que se cuide.
    Abraços,
    Rogério Cannizza.

    ResponderExcluir
  4. Tarcísio,
    Muito legal, a família toda reunida...

    Fora que agora temos mais um produzindo na AceRvinha, isso só engrossa nosso caldo!

    Abraços,

    Marcelo e Gabriela - Biergarten

    ResponderExcluir
  5. Adriana Roselli de Rezende Pinto.3 de setembro de 2009 14:57

    Foi muito emocionante ver a vibração do meu aspirante a Mestre Cervejeiro e sua equipe na preparação da primeira cerveja. Estamos ansiosos para degustá-la.

    ResponderExcluir