segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Diego Maradona virou cerveja !!

Fonte: Globo.com.

Roberto de Alba, diretor da empresa mexicana Cervecería Revolucionaria, lançou nesta segunda-feira uma cerveja em homenagem a Diego Maradona: a '10 Maradó'. Porém, segundo Alba, a empresa ainda não conseguiu autorização do técnico da Argentina para comercializar o produto usando seu nome.
Amigos, o mexicanos amam Diego, pois foram testemunhas do talento do craque argentino. Maradona teve na Copa de 1986, realizada no México, a maior performance de um jogador em uma edição de Copa do Mundo, somente comparável ao que fez Mané Garrincha no Mundial do Chile em 1962.
Homenagem muito merecida. Saúde Diego!!

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Dia 12/10/2009 - Segunda Brassagem.

Segunda-feira, feriadão, família no sítio, quer um momento mais especial para se fazer cerveja!
Realizei minha segunda brassagem no feriadão de 12 de outubro. Diferentemente da primeira cerveja, uma STOUT, desta vez optei por uma cerveja de trigo.

Foto: pesando os maltes.

Foram utilizados 3 Kgs de malte de trigo claro e 2 Kgs de malte pilsen, buscando obter algo próximo de 20 litros de cerveja. Realizamos uma moagem de grãos diferente para cada um dos tipos de grão, visando expor o endosperma dos grãos, sem esfarelar demasiadamente os cereais malteados, para não prejudicar a filtração do mosto.

Foto: Malte após moagem.

O início da brassagem deu-se às 8 horas da manhã, logo após um café típico de sítio.
Meu querido pai mais uma vez foi meu "co-piloto" na brassagem, ou melhor, "co-mestre cervejeiro", rsss...
Para dar sorte e entrar no clima, brindamos a nova brassagem degustando minha primeira "cria", uma FIRST STOUT BEER

Foto: Paizão, eu e o sogrão.

Foto: Maltes liberando suas enzimas no panelão já acima dos 60°C.

Optamos por fazer um cerveja de trigo mais amarga e aromatizada, assim caprichamos na lupulagem. Utilizamos 20 gramas de lúpulo de amargor aos 60 minutos da fervura, 10 gramas de lúpulo de aroma a 20 minutos e mais 10 gramas de lúpulo de aroma faltando 10 minutos para concluirmos a fase da fervura.

Foto: Pesagem do lúpulo.

O tempo total de fervura foi de 70 minutos.
O resfriamento feito com gelo em grande quantidade, colocado dentro de um panelão com um chiller, conseguiu reduzir a temperatura da futura cerveja de 100 °C para 20°C em pouco menos de uma hora, um tempo mais do que interessante.

video
Vídeo: Sistema de resfriamento pós-fervura.

A transferência do líquido para o balde de fermentação, com a colocação das leveduras, marcou o final da segunda brassagem, e ocorreu às 15:30 hs, totalizando o tempo de todo o processo em 7 horas e meia. Comparada com a primeira brassagem, que durou 10 horas, já evoluímos na metodologia e equipamento, reduzindo consideravelmente o tempo, sem prejuízo de todas as etapas previstas e necessárias.

Foto: Comemorando o final da brassagem com o Paizão.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

FIRST STOUT BEER.


A minha primeira produção de cerveja artesanal finalmente está concluída.
Terminada a primeira brassagem, iniciamos a fermentação a 18°, que durou 10 dias. Depois iniciamos o processo de maturação, transcorrido em 20 dias.
Dia 27 de setembro realizamos o engarrafamento da cerveja, porém antes fizemos um priming com 6g açucar/litro de cerveja, para favorecer o processo da segunda fermentação, já dentro das garrafas.
Logicamente, "experimentamos" alguns litros no dia, apenas com a primeira fermentação. E todos (suspeitos!!, rssss...) gostaram do resultado. Faltou realmente carbonatação, mas a cerveja estava bem alcóólica, com cor, corpo e aroma muito agradáveis.Realmente apresentava características de uma cerveja tipo STOUT.


Conseguimos um total aproximado de 17 litros de cerveja, sendo feito priming de 12 litros, e o restante consumido imediatamente após o final da maturação.
Posteriormente ao engarrafamento, esperamos mais 10 dias para experimentar a cerveja após a segunda fermentação. A melhora ficou evidente, e o principal defeito encontrado após a primeira fermentação, a falta de carbonatação, foi bem resolvido.
Como fico um pouco constrangido de comentar sobre minha própria cerveja, melhor apresentar o comentário dos amigos do Empório Biergarten, referência em cerveja caseira e artesanal no interior do Estado de São Paulo.
O texto e fotos abaixo foram publicados no site http://www.emporiobiergarten.com.br/blog/. Visitem o maravilhoso blog dos amigos Marcelo e Gabriela!


Tarcísio nos trouxe sua primeira cria pra gente provar. Apaixonado por Guinness, a receita escolhida, claro, foi uma Stout. E de responsa! A produção, feita em parceria com o pai e acompanhamento de toda a família (inclusive os gêmeos), foi realizada em São José do Rio Preto. Ou seja, uma mudança de equipamentos dentro do carro desde Ribeirão até lá. Mais as crianças, os sogros, a Dri e a babá. Isso é que é vontade de fazer cerveja!

Para degustar, tivemos também as avaliações dos grandes amigos Anna e Daniel Navarro (que estavam aqui, nos passando vontade, depois de terem voltado da Bélgica): aprovadíssima por todos!
Agora, vamos ao que interessa: a cerveja! Ela estava sedosa, com uma espuma persistente e bastante saborosa. Pra primeira cerveja, o vascaíno mandou mais do que bem! Provou que já é um cervejeiro de mão cheia!
Parabéns, Tarcísio!

sábado, 3 de outubro de 2009

AC/DC no Morumbi - O show do ano.

O estádio do Morumbi em São Paulo receberá dia 27 de novembro de 2009 o grande show da banda AC/DC, considerada a maior e melhor turnê mundial dos últimos anos.

Em todos os continentes, os ingressos se esgotaram em poucas horas ou dias. Aqui na América do Sul foram vendidos, na última semana, os ingressos para o shows de Buenos Aires e São Paulo. Na Argentina, 70 mil ingressos esgotados em 24 horas. Em São Paulo, um inédito colapso do sistema de compras pela internet, no site Ticketmaster, e mesmo assim todos os 65 mil ingressos esgotados também em 24 horas. Também não é para menos, abra uma cerveja (de preferência puro malte) e certifique-se, a febre AC/DC é um exagero, ou tem bons motivos para acontecer?
video